Girls go circular

Aptidões Digitais e Empresariais para a Economia Circular

Acabar com a disparidade de género no que se refere às tecnologias digitais

 

Segundo o relatório “Women in Digital Scoreboard 2019” da Comissão Europeia, as mulheres representavam apenas 34% dos licenciados nas áreas das CTEM (ciências, tecnologia, engenharia e matemática) e 17% dos especialistas de TIC. O aumento do número de mulheres que entram no mercado das competências digitais originaria um valor adicional anual de 16 mil milhões de euros para a economia europeia.

Os resultados da pesquisa mostram que o aumento da diversidade na liderança, além de permitir gerar mais receitas, também melhoraria a capacidade de resolução de problemas e os indicadores de desempenho das equipas. Coordenado pelo EIT RawMaterials, o projeto Girls Go Circular está a fazer a sua parte para contribuir para a redução das disparidades de género na área das tecnologias digitais, capacitando as raparigas, com idades entre os 14 e os 19 anos, do Sul da Europa e da Europa Oriental, a desenvolverem as suas competências digitais e empresariais, enquanto adquirem conhecimentos sobre a economia circular.

  A plataforma de aprendizagem online desenvolvida no âmbito do projeto, conhecida como “Circular Learning Space”, permite que os estudantes escolham entre diversos módulos de aprendizagem sobre vários tópicos, como por exemplo, resíduos eletrónicos, alterações climáticas, alimentação ou robótica. Esses módulos assentam numa abordagem de aprendizagem prática, que possibilita a transmissão de conhecimentos e competências através de uma estrutura interativa baseada na apresentação de desafios.

Missão

Competências de Empreendedorismo

Através de exercícios baseados em desafios, os estudantes aprendem a identificar oportunidades de negócio, a ter iniciativa e a trabalhar em equipa.

As atividades de grupo estimulam a criatividade e a confiança dos estudantes, além de lhes permitirem treinar as suas competências de análise e de resolução de problemas. Essas novas capacidades irão ajudá-los a tornarem-se nos agentes responsáveis pela mudança do futuro. 

Competências Digitais

A fim de poderem ser bem-sucedidos na era digital, os jovens têm de ser competentes para avaliar e gerir as informações da Internet, interagir com diversas ferramentas online e desenvolver conteúdos digitais.

O projeto Girls Go Circular pretende dotar os alunos dessas competências e torná-los mais conscientes das ameaças e das regras de etiqueta online.

Economia Circular

A Economia Circular complementa a aprendizagem digital e proporciona uma perspetiva única para aumentar a consciência ambiental dos estudantes. 

Graças à natureza transversal dos tópicos, os estudantes são capacitados para poderem refletir sobre os desafios societais da atualidade e, dessa forma, ficarem preparados para se tornarem nos líderes que irão construir um futuro mais sustentável para a Europa.

O projeto Girls Go Circular apoia a Ação 13 – Incentivar a participação das mulheres no CTEM do Plano de Ação da Comissão Europeia para a Educação Digital and eme capacita as raparigas estudantes de países europeus classificadas como “modestas” e “moderadas” em matéria de inovação (de acordo com o Painel Europeu da Inovação) a tornarem-se líderes e empreendedoras no futuro.

Analisa o mapa que apresentamos abaixo e fica a saber que escolas aderiram ao projeto Girls Go Circular e começaram a aprender connosco!

 

Raparigas capacitadas

Escolas apoiadas

Módulos desenvolvidos

Idiomas disponíveis

Parceiros envolvidos

  • EIT Knowledge and Innovation Communities
  • Project Partners
  • Participating Schools

Circular Learning Space

O “Circular Learning Space” (Espaço de Aprendizagem Circular) é a alma do projeto. Através dessa plataforma, os estudantes trabalham individualmente e em grupos durante sessões online e presenciais. A plataforma inclui vários módulos que exploram a economia circular a partir de diversos ângulos. Enquanto consolidam os seus conhecimentos sobre a transição verde, os estudantes utilizam ferramentas digitais para adquirirem competências práticas. Depois de concluírem um módulo de aprendizagem com êxito, os estudantes recebem um certificado que atesta as competências adquiridas.

O projeto é orientado, principalmente, para as raparigas, mas encontra-se aberto a estudantes de qualquer género!

QUERES PARTICIPAR?

Contacta-nos!